Representado

Prometi algumas novidades na última entrada que apresentei e hoje debruço-me exatamente sobre a primeira de todas elas. Desde a semana passada, a altura em que assinei o contrato, que passei a ser representado pela Agência das Letras, uma agência de talentos com um carinho especial pelas mais diversas vertentes literárias.

Cheguei atrasado, tal como infelizmente se tem tornado num (mau) hábito nos últimos tempos, e acabei mesmo por ir bater à porta errada, apesar de já conhecer o escritório, pois estive lá para uma reunião no passado mês de julho. A sério, este ano tem-me corrido tão mal, que não sei porque é que ainda não resolvi fazer um desvio na carreira e abandonar os thrillers para me dedicar à comédia. Desabafos à parte, o que importa é que no fim de todas as minhas peripécias, o momento correu pelo melhor e um sonho antigo concretizou-se. Dei por mim, no dia seguinte, em casa, a conversar com a minha família e a dizer que quase cinco anos depois de ter publicado o meu primeiro livro tenho finalmente um agente literário.

Nada irá mudar, pelo menos, não por enquanto. A diferença mais importante é que este é mais um passo na direção certa, ou seja, no sentido da profissionalização. Passará a existir uma pessoa que não só irá servir de intermediário entre mim e a editora como ainda se irá dedicar à promoção da minha carreira literária. Se tudo permanecerá exatamente na mesma ou se vem aí uma revolução completa, é demasiado cedo para o afirmar, embora me confesse muito otimista e orgulhoso de partilhar a Agência das Letras com escritores como Joel Neto e Manuela Gonzaga, só para citar alguns dos outros talentos que são representados. Convido-os, portanto, a conhecer aquela que será a minha nova casa durante os próximos sete anos. O site está bem bonito.

A principal alteração será, para já, a editora. Como dei aqui a saber, tirei algum tempo para me dedicar mais a fundo à conclusão do meu próximo romance. Foi uma decisão que julgo ter sido acertada, pois não só já o acabei como o entreguei à editora. Contudo, não será a TopBooks que o irá publicar. Estou de saída e o meu novo livro, cuja data de lançamento está prevista para o fim de janeiro ou início de fevereiro, será publicada por uma outra editora, algo que me está a deixar bastante feliz e motivado. Contudo, sobre isto e o livro irei escrever um pouco na próxima entrada, pelo que aconselho a quem possa ter ficado curioso a passar por aqui. Só uma pista: começa por C. 😉

Para terminar, gostaria de agradecer todas as reações que a minha última publicação recebeu, bem como os desejos de melhoras. A dor desapareceu e espero que o problema de saúde de que andava a padecer tenha sofrido o mesmo destino. Muito obrigado por todo o carinho.

Adicionar Comentário

O seu email não vai ser publicado. Os campos necessários estão marcados com *