Modelo por três dias

O momento acerca do qual já me referi aqui algumas vezes, duas se não me encontro enganado, chegou. As minhas fotografias oficiais já estão algo desatualizadas. Quem me conhece sabe que ganhei imenso charme nos últimos anos (cof, cof), pelo que eu e a Agência das Letras resolvemos renovar um pouco a minha imagem.

Tal como dei conta nas minhas redes sociais, a primeira sessão fotográfica decorreu na passada terça-feira, dia 17. Durou cerca de uma hora, na qual utilizei quatro mudas de roupa e outros tantos cenários, todos em padrões neutros (fundo negro ou branco; sentado, de pé ou apoiado numa secretária). Confesso que me encontrava algo nervoso. Tenho-me sentido à vontade com as idas à televisão, mas a ideia de posar para uma câmara e ter de fazer uma expressão intimida-me. O grupo de trabalho foi, por isso, mantido bem pequeno — apenas eu, a Assunção, o João e o Rodrigo; a fotógrafa, o meu agente e um dos meus assessores de imprensa, respetivamente. E o resultado acabou por ser algo surpreendente. Não tinha reparado que andava tão moreno, ultimamente. O tempo que tenho passado na rua a passear o Kimi (pelo menos uma hora por dia, pois o senhor cachorro anda a ficar gorducho) tem compensado. Vamos ver se tanto lustre não partiu a câmara!

Brincadeiras à parte, a ideia é criar uma base de dados de fotografias oficiais. Daí que vão existir ainda mais duas sessões. A segunda será já esta segunda-feira, dia 23, e com novidades. Iremos deixar o estúdio e rumar a uma localização externa bem no coração de Lisboa onde os livros vão dominar. Caso a meteorologia o permita, o plano será também estender a sessão a um jardim. Vamos ver se S. Pedro nos dá uma pequena ajuda.

A ideia subjacente é criar uma base de dados com fotografias oficiais minhas de onde serão escolhidas algumas para usos diversos, como para colocar na badana do novo livro, enviar à imprensa ou apresentar na remodelação do meu site. É verdade, este cantinho já tem uma nova maquete e surgirá rejuvenescido em janeiro.

Ao bom estilo dos thrillers, deixarei o melhor para o fim. A terceira e última sessão fotográfica está pensada apenas para dezembro numa outra localização acerca da qual nada irei revelar. Será muito específica/ dedicada ao livro e mais não digo. Me aguardem! 😉

[Eu, à saída do estúdio onde decorreu a primeira sessão fotográfica. Como se vê, vim pior do que um peru inchado.]

[Atualização 24/10/2017: Eu e Assunção Castello Branco, a fotógrafa da Lift, a ensaiarmos um grande plano com luz e sombra para promover o novo livro. Fotografia por Rodrigo Almeida Fernandes, Lift.]

Adicionar Comentário

O seu email não vai ser publicado. Os campos necessários estão marcados com *